terça-feira, 16 de abril de 2013

Questões sobre Estado Moderno


xx) (UFOP) O final do século XVII na Europa foi marcado por eventos revolucionários que desestabilizaram a tradicional sociedade baseada na hierarquia de ordens. Uma das principais causas da crise do “Antigo Regime” na Europa foi o desenvolvimento econômico por que estava passando o continente naquele período. Faça um pequeno texto explicando de que modo o desenvolvimento econômico ocorrido na Europa, no período, favoreceu o aparecimento de movimentos sociais que questionaram a tradicional ordem do “Antigo Regime”.

xx) (UFV) Durante a segunda metade do século XVII, os portugueses perderiam grande parte do controle do comércio do Oriente e das rotas do Oceano Índico para os holandeses, que, por sua vez, logo se veriam superados pelos ingleses. Holandeses e ingleses deviam seu sucesso à capacidade de organizar e financiar seus empreendimentos simultaneamente militares e comerciais.

a) Qual o principal instrumento de política colonial dos holandeses e ingleses?

b) Aponte um evento que indique os desdobramentos da concorrência entre as grandes potências na América Portuguesa.

xx) (UFBA) As práticas mercantilistas fortaleceram, evidentemente, a ação do Estado em todos os níveis das atividades econômicas. A articulação entre o Mercantilismo e o Estado Absolutista torna-se, ao longo da época de transição, cada vez mais estreita. (...)
(FARIA et al., p. 43)

A partir da informação do texto, identifique e explique uma forma de política mercantilista praticada por um dos Estados absolutistas no período da transição do feudalismo para o capitalismo.

xx) (FUVEST) Durante a Idade Moderna, pensava-se que todas as riquezas do mundo estavam numa posição estática e constante, razão pela qual o comércio era tido com atividade em que havia um ganhador e um perdedor, sendo o seu resultado equivalente a uma soma zero (+1-1 = 0). Baseado nestes princípios, os Estados Modernos atuaram no mercado internacional sob orientação de uma política econômica.

a)    Que nome foi dado a essa política econômica?
b)    Quais foram seus principais elementos construtivos?

xx) O comércio exterior é a riqueza do soberano; a honra do reino, a nobre vocação dos mercadores, a nossa subsistência e o emprego de nossos pobres, a melhoria de nossos terras, a escola de nossos marinheiros, o nervo de nossa guerra, o terror dos nossos inimigos.
                                                                               (Mercantilista inglês, Thomas Mun.)

CaracterizE o mercantilismo inglês .

xx) (UNICAMP) No período histórico que se estende entre os séculos XVI e XVIII, com o fim do feudalismo e consolidação dos Estados Nacionais, a doutrina econômica dominante foi o mercantilismo, que possuía como uma de suas características o metalismo.

a)  Cite e explique duas outras características da doutrina mercantilista.
b)  Em que consistia o metalismo?

xx) (FUVEST) Durante a Idade Moderna, pensava-se que todas as riquezas do mundo estavam numa posição estática e constante, razão pela qual o comércio era tido como uma atividade em que havia um ganhador e um perdedor, sendo o seu resultado equivalente a um soma zero (+1 -1= 0). Baseando-se nestes princípios, os Estados modernos atuaram no comércio internacional sob a orientação de uma política econômica.

a)  Que nome foi dado a esta política econômica?
b)  Quais foram seus principais elementos constitutivos?

xx) (FUVEST) Nos dois séculos iniciais da era moderna(XV e XVI), a Itália e a Espanha ocupavam posição de liderança na Europa, e a Holanda e a Inglaterra tiveram um papel secundário; nos dois séculos seguintes, essas posições se inverteram-
Indique as razões dessa inversão.

xx) A respeito do processo de centralização monárquica em Portugal, responda:

a)  Como ocorreu esse processo?
b)  Qual a sua importância?

xx) A burguesia comercial portuguesa teve grande força política no século XV, influindo decisivamente na empresa ultramarina. Apesar disso, logo no início do século XVI, ela praticamente foi destruída, com a expulsão dos judeus e outras medidas. Como se explica essa aparente contradição?

xx)  Por que Portugal, apesar de controlar o comércio de especiarias, entrou em decadência econômica ainda na primeira metade do século XVI?

xx) (UFMG) “No Velho Mundo, a formação dos Estados Nacionais centralizados sob o comando de um soberano absoluto foi também um processo longo e nada pacífico. Em Portugal e  na Espanha, por exemplo, antes mesmo da expansão para outras terras, povos de línguas e costumes diferentes – como judeus, mouros e ciganos – foram perseguidos, expulso e submetidos [...]. na Europa, as unidades nacionais  tiveram que ser construídas a ferro e fogo, nos campos de batalha ou nas fogueiras da Inquisição.”
(Pátria Amada Esquartejada. São Paulo: DPH/SMC/PMSP,1992. P.58)

1. CITE dois fatores constitutivos do processo de construção dos estados nacionais ibéricos que justifiquem a afirmativa de que as unidades nacionais foram “construídas a ferro e fogo”.

2. CITE três características dos estados nacionais que traduzem a expressão “fé, lei e rei”. EXPLIQUE cada uma das características citadas.

xx) (UFMG) O mercantilismo, doutrina econômica dominante no início do período moderno, foi adotado pela maioria dos Estados europeus, então em formação, notadamente por aqueles empenhados no processo colonizador. Segundo Eli Hecksher, o "Estado era o sujeito e o objeto da política econômica mercantilista".
No decorrer do século XVIII, críticas contra os pressupostos mercantilistas começaram a se avolumar. Tais ataques provinham de uma corrente de pensamento que consolidaria o liberalismo.

1. CITE três das principais medidas econômicas propostas pelos defensores do mercantilismo.

2. EXPLIQUE os principais objetivos dessas medidas econômicas.

3. APRESENTE os argumentos mais freqüentemente utilizados pelos liberais para criticar as doutrinas mercantilistas.

xx) (UFMG)
      “O Mercantilismo não se constitui em um corpo único de doutrina ou prática econômica, pois apresentou características próprias em cada uma das regiões em que foi adotado. Mas, apesar dessa diversidade, alguns princípios gerais podem ser observados em todas as formas de Mercantilismo”.


a)    Cite três (3) dos princípios gerais do Mercantilismo
b)    Caracteriza uma das formas de Mercantilismo
  1 – Forma:
  2 – Local em que foi adotada:
  3 – Princípio básico:

xx) (FUVEST-SP) No quadro da política econômica que caracterizou o Estado moderno, qual a relação existente entre protecionismo, monopólio e balança de comercio favorável?

xx) (Fuvest) A política econômica do Estado Nacional Moderno absolutista, conhecida por mercantilismo, atingiu seu pleno apogeu no século XVII. Aponte e explique duas de suas características.

xx) (Unicamp) O historiador Pierre Deyon diz: “O mercantilismo foi definido e batizado por seus adversários”, ou seja, o mercantilismo, enquanto sistema de pensamento e intervenção na vida econômica, foi definido pelos liberais do século XVIII.
Cite três características da política mercantilista e explique por que o liberalismo critica o mercantilismo.

xx) (UNA-MG) “Convencionou-se denominar mercantilismo ao conjunto das teorias e das práticas de intervenção estatal na economia, que se desenvolveram na Europa entre 1450 e 1750.”
Cite 3 (três) formas de mercantilismo adotadas pelos países europeus.

xx) A respeito do Antigo Regime responda:

a.    O que foi o Antigo Regime?
b.    Qual a relação entre o Antigo Regime e o Sistema Colonial?


xx) (UNICAMP) O trecho a seguir foi adaptado de “Roteiro do Maranhão a Goiaz”, um escrito anônimo de 1780: As colônias são estabelecidas para a utilidade da Metrópole. Os habitantes da colônia devem ocupar-se em cultivar e adquirir as produções naturais, ou matérias-primas, que serão exportadas para a Metrópole, a qual não só irá se servir delas, mas, aperfeiçoando-as, poderá também tirar das colônias o preço da mão-de-obra e comercializar o supérfluo com as nações estrangeiras.

a) Caracterize as funções das colônias do ponto de vista das metrópoles.
b) De acordo com o texto, como as metrópoles utilizavam a produção colonial?
c) Descreva, a partir do texto, o processo de obtenção do lucro pelas metrópoles.

xx) (FACH-GO) Nos séculos XV e XVI ocorreu a formação das monarquias nacionais. A centralização do poder político deu-se basicamente pela associação rei-burguesia. Analise os fatores políticos e sócio-econômicos que favoreceram a centralização.

xx) (Fuvest) A partir do século XI, na Europa ocidental os poderes monárquicos foram lentamente se reconstituindo, e em torno deles surgiram os diversos Estados Nacionais.  Explique a razão desse processo de centralização política.

xx) (UFMG) Indique três condições que propiciaram a centralização política do Estado Nacional Moderno.

Nenhum comentário: